terça-feira, 24 de maio de 2011

Libera a proibida! Golpe de Marketing.

Na semana passada estourou o maior golpe de marketing do País.
O programa Pânico na TV, um dos campeões de audiência do domingo,
foi engenhosamente usado pelo marketing da cerveja proibida, da CBBP


A campanha da cerveja Proibida já está nas redes sociais e tem como protagonistas as A campanha da cerveja Proibida já está nas redes sociais e tem como protagonistas as "tchecas do Pânico" (Foto: DIVULGAÇÃO)

Imagine mais de uma hora de comercial no programa de maior audiência da RedeTV!, o Pânico na TV. A quantia equivalente gira em torno de R$ 10 milhões, mas a cerveja Proibida fez isso de forma velada, sem gastar nenhum centavo, no que ficou conhecido como o maior golpe de marketing do Brasil.

O resumo da ópera: duas musas, Dominika e Michaela, supostamente tchecas, se exibiam no YouTube mostrando interesse em conhecer o Brasil. O programa Pânico, visando uma alavancada na audiência, convidou as garotas para uma participação no quadro “As tchecas no Brasil”.


Durante nove semanas seguidas elas viajaram pelo Brasil, inclusive passaram por Fortaleza, mostrando as belezas naturais do País. Mal sabia a produção do programa que Dominika e Michaela eram personagens, garotas-propaganda da cerveja Proibida.


Em 1h22min no ar, elas exibiram subliminarmente as palavras “proibida” e o símbolo da marca (ø). Michaela, a loira, de fato se chama Michaela e é tcheca; a morena, de pseudônimo Dominica, na verdade se chama Alicia Seiffras e é inglesa.


“Nossa intenção foi criar um conteúdo envolvente e divertido. Acho que tudo ficou ainda mais divertido pois os caras (do Pânico) que mais aplicam pegadinhas no Brasil, caíram na nossa! E isso e antológico”, diz o publicitário Jader Rossetto, o cara que enganou o Pânico. Jader Rossetto é laureado com 28 Leões de Ouro, o Oscar da propaganda.


Para agravar a situação, o dominical da RedeTV! é patrocinado por uma marca concorrente, a Skol.


O POVO procurou a RedeTV! para comentar o assunto. A resposta da assessoria de comunicação é que emissora não vai se manifestar sobre o ocorrido. De acordo com o diretor de marketing da Companhia Brasileira de Bebidas Premium (CBBP, que produz a Proibida), Lucas Afonso, não houve reação negativa por parte da emissora.


Lucas Afonso diz, inclusive, que em breve pretende ser anunciante e parceiro comercial da emissora paulista. Desta vez, com anúncios pagos. “Todo mundo saiu ganhando. O Pânico também ganhou muita repercussão com as tchecas”, afirma Lucas.


Para a felicidade dos cervejeiros, as “tchecas” continuam como garotas-propaganda da Proibida. “Essa foi só uma página do programa (de marketing) da Proibida. Logo teremos novos vídeos (no YouTube) revelando as belezas do Brasil do ponto de vista delas”, revela Lucas Afonso.


A cerveja e a fábrica

A proibida deve chegar aos mercado ainda em um mês; os executivos fazem segredo a respeito do dia exato de lançamento, segundo eles, faz parte de mais uma jogada de marketing.

As fábricas da Companhia Brasileira de Bebidas Premium (CBBP) estão instaladas em Pernambuco e Pindoretama, região metropolitana de Fortaleza, e vão gerar 400 empregos diretos.


Veja a entrevista com a “tcheca” Michaela Matejkova em


http://migre.me/4CoRT


Veja vídeo da campanha da Proibida em


http://migre.me/4CoXV


Veja vídeo em que a direção do programa Pânico descobre o “golpe de marketing” em http://migre.me/4Cp0m


Quem

ENTENDA A NOTÍCIA
Jader Rossetto (o cara que bolou a campanha que enganou o Pânico), é ganhador de 28 Cannes, o prêmio máximo da publicidade, conquistados em 20 anos de profissão.

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário