sexta-feira, 17 de junho de 2011

Marketing em celular e tablet está nos planos de 87% das agência.

Os mais destacados publicitários brasileiros acreditam que o “mobile marketing”, usado em plataformas como celulares e tablets, poderia ser mais explorado no País. Numa pesquisa feita pela Nielsen, que consultou as 300 principais agências do Brasil, México e Argentina, essa foi a opinião de 87% dos entrevistados nacionais. Entre os três países, o Brasil é aquele que tem mais agências com atividades no segmento, diz o estudo.

Foto: DivulgaçãoAmpliar

Campanha para iPad da Volkswagen, feita pela agência AlmapBBDO: ferramenta nova

Para Thiago Moreira, diretor de telecomunicações na Nielsen, os dados mostram um potencial de crescimento do setor. “É uma ferramente nova”, afirma. "Algumas agências ainda estão dominando essas plataformas". Na Argentina, 65% das agências acham que a ferramenta poderia ser mais explorada. No México, o índice é de 59%.

Em 2010, 62% das principais agências brasileiras lançou alguma campanha em “mobile marketing”. Mas, de acordo com a Nielsen, esse número deve crescer para 87% em 2011. "As agências que fizeram poucas ações do tipo foram aquelas que afirmaram que a plataforma é mal explorada", explica Moreira. "Já as que fizeram pelo menos dez campanhas do tipo em 2010, mostraram acreditar na importância e no potendial de crescimento do setor", afirma.

A maioria das campanhas brasileiras de marketing para plataformas móveis em 2010 envolveu jogos e download de músicas e vídeos. Neste ano, 50% das ações do tipo será destinada a usuários de iPhone. "O Brasil foi o único país pesquisado onde tivemos respostas que mencionavam o iPhone como parte do plano de 'mobile marketing' para o próximo ano", diz Moreira.

Tema vai a Cannes
O marketing em plataformas móveis também será debatido no festival de publicidade de Cannes, que começa no domingo. Especialistas como James O’Connor, da plataforma de "mobile marketing" Velti, falarão no evento. Haverá um seminário sobre "Social Mobile Marketing", que contará com palestras do Dr. Orin Levine, do Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, e de Mitch Spolan, da LivingSocial. O iG fará a cobertura completa do evento.

Fonte: ig.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário