quinta-feira, 7 de julho de 2011

Novo Facebook e novas ferramentas ("Google+"), para 400 milhões de usuários!

Nova versão:

nova-pagina-facebook1

Antiga versão:
antigo-pagina-facebook

Ao comemorar seu sexto ano de vida, o Facebook divulgou um recorde que impressiona. A rede social revelou ter 400 milhões de usuários cadastrados em todo o mundo. De quebra, anunciou também mudanças em sua página inicial.

Visando facilitar ainda mais a navegação dos internautas, o Facebook reformulou funcionalidades com o objetivo de reorganizar seu menu principal. Agora, há uma nova barra lateral à esquerda que centraliza todas as informações do usuários. Os detalhes foram divulgados por seu fundador, Mark Zuckerberg, na noite desta quinta-feira.

A celebração de aniversário foi apenas um pressuposto para revelar o crescimento vertiginoso de novos usuários na ferramenta. Facebook segue uma risca jamais vista na web: alcançar 50 milhões de novos adeptos a cada dois meses. O gráfico abaixo – produzido em dezembro – mostra o desempenho do serviço.


Facebook reage ao Google+ e implanta videochat

Recurso surge integrado ao Skype e já está disponível para teste

Rafael Sbarai
Página ensina usuários a usar novo recurso de vídeos no Facebook

Página ensina usuários a usar novo recurso de vídeos no Facebook (Reprodução)

O Facebook apresentou nesta quarta-feira o novo recurso que vinha sendo mantido em sigilo e fora descrito como "incrível" pelo fundador da rede, Mark Zuckerberg: videochats. Para tanto, a maior rede social do planeta disponibilizará aos mais de 750 milhões de usuários cadastrados uma integração com o Skype, o mais popular serviço de telefonia de internet e querecentemente foi vendido para a Microsoft.

Leia também: Google+ tem boas ideias, mas falta o 'plus'

O recurso da videochamada abre um novo capítulo na batalha virtual pela fidelidade dos usuários de redes sociais, sobretudo depois da chegada do rival Google+. A funcionalidade apresentada é semelhante ao Hangout, um dos maiores atrativos apresentados pela gigante de buscas na semana passada. Mark Zuckerberg, no entanto, informou que o lançamento deve-se à quantidade de conteúdos produzidos na rede social – cerca de 4 bilhões de informações por dia.

As conversas por meio de vídeo serão gratuitas e poderão ser feitas até entre duas pessoas – o Hangout, do Google, concede acesso a dez pessoas simultaneamente. "As câmeras não serão acionadas até as duas pessoas aceitarem o início da conversa", garantiu Zuckerberg. Segundo o Facebook, a integração do recurso não está disponível, por enquanto, para celulares e tablets. A vídeochamada estará presente para todos os adeptos ao site nas próximas semanas, mas já é possível testá-lo no novo endereço de vídeochamadas do Facebook. Para testá-lo, o usuário deve acessar a página e aceitar a instalação de um plug-in do Skype. Uma vez instalado, o botão para videochat aparece junto à janela da conversa, na parte inferior à direita da página principal (imagem abaixo).

Recurso de vídeochamada do Facebook aparecerá na página principal do usuário



presidente do Skype, garantiu que a parceria com a maior rede social do planeta não inviabiliza o futuro do serviço, vendido recentemente por 8,5 bilhões de dólares (13,6 bilhões de reais) para a Microsoft. “Não estamos preocupados se os usuários vão parar de usar o Skype em seus computadores para usar o sistema de vídeos do Facebook", avisou. Já Zuckerberg demonstrou confiança com mais uma nova parceria com a gigante de software. “Já temos um ótimo relacionamento com a empresa e agora que o Skype pertence a ela, temos uma sensação de estabilidade”, garantiu. Vale lembrar: em 2007, a Microsoft pagou 240 milhões de dólares (384 milhões de reais) por 1,6% do Facebook.

Além da vídeochamada, o Facebook revelou que a nova função bate-papo permitirá aos usuários conversarem com várias pessoas ao mesmo tempo. Segundo a empresa, cerca de 50% dos usuários do Facebook já utilizam o recurso de grupos. ''Com um clique, será possível adicionar pessoas desses grupos a uma janela de conversa'', disse o CEO. Para atender a demanda do público e permitir que os usuários usem mais o serviço, a seção de bate-papo será redesenhada.

Fonte. Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário