terça-feira, 9 de agosto de 2011

Campanha Publicitária faz apelo aos donos de cães no Rio: Mantenham as calçadas limpas


Uma campanha mobiliza o Rio de Janeiro e pede aos donos de cães um cuidado redobrado com as fezes dos seus bichinhos nas ruas. Campanha idealizada pelos designers cariocas Rodrigo Westin e Ricardo Saint Clair. Eles acham que ter cachorro é legal. O que não é legal é deixar a sujeira dele nas calçadas. E, quem faz isso fica com cara de cocô.
A ideia é bem humorada, mas o assunto é sério. Mais sérias ainda são as doenças que as fezes do cão podem causar: verminoses. Infecções intestinais, que causam diarreias e vômitos. Elas também podem causar doenças de pele como bicho do pé e bicho geográfico.

Para se contaminar, é preciso ter contato direto com as fezes do cachorro. Mas se a gente leva para casa na sola do sapato, na roda de um carrinho de feira ou de bebê, as chances de contrair uma doença aumentam muito.

Você sabia que não recolher o cocô do cachorro dá multa no Rio de Janeiro? A multa varia entre R$ 28,29 a R$ 2.829,77 e existe desde 2008. Em São Paulo, a multa é simbólica, R$ 10. O Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura diz que é muito difícil ter denúncia ou flagrante. E que o mais importante é fazer campanha de esclarecimentos.

“Nos últimos anos as pessoas até aprenderam a recolher as fezes das calçadas mas muitos recolhem, colocam em um saco plástico e jogam nos canteiros ou aos pés das árvores, causando um outro problema: a poluição com plástico. Se catou, joga no lixo!



G1.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário