quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Estudo mostra que Facebook, Google e Apple não conquistaram a confiança do usuário na hora de pagar as contas pelo celular


Segundo um estudo feito pela agência de propaganda, marketing e publicidade Ogilvy & Mather, os consumidores não confiam nas gigantes de tecnologia para pagar suas contas no celular. Empresas como Facebook, Google e Apple são deixadas de lado, e a confiança em serviços tradicionais como Visa, MasterCard e American Express é maior.

Nos últimos anos, diversas tecnologias de pagamento por dispositivos móveis foram desenvolvidas, como o Square e o Google Wallet. E, recentemente, o PayPal lançou uma nova versão do seu aplicativo, que inclui a compatibilidade com a tecnologia NFC, permitindo que usuários de smartphones Android possam fazer pagamentos e transferências de dinheiro do PayPal utilizando o aplicativo ao mesmo tempo.
Porém, mesmo tantas inovações, os questionados pela Ogilvy & Mathers continuam utilizando serviços e métodos tradicionais para pagar as suas contas online. No estudo, 500 usuários dos Estados Unidos foram convidados a escolher as suas marcas preferidas como resposta para a seguinte pergunta: “em qual empresa você confia para fazer pagamentos móveis?”
Os resultados do estudo (gráfico no topo da matéria) mostram que empresas mais tradicionais, como Visa, MasterCard e American Express foram as mais lembradas pelos internautas. Os dados demonstram que a confiança nessas marcas está diretamente associada ao tempo que elas estão no mercado de pagamentos de produtos e serviços.
O serviço de pagamento online melhor ranqueado é o PayPal, com expressivos 34,3%. Apple e Microsoft estão bem próximas, mas distantes dos líderes, com 22,9% e 22,3%, respectivamente.
O Google conta com apenas 19,5%, e o Facebook ficou na lanterna, com 12,1%, ficando atrás do eBay. Vale lembrar que só agora o Facebook começou a apostar na solução de comércio online, permitindo inclusive que os usuários criem e-shops para vendas de produtos e serviços, e que empresas como Microsoft, Google e Motorola ainda estão desenvolvendo os seus serviços de compras e pagamentos de produtos e serviços por dispositivos móveis.
Logo, esse cenário pode mudar consideravelmente com o passar dos anos.




g1.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário