quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Crise "custa" 0,10€


Cansados de ouvir falar da crise, os trabalhadores da agência de marketing de guerrilha be_sixty2 (B62) decidiram meter "mãos à obra" e desenvolver uma campanha contra a mesma. Para tal, foram criados mealheiros, onde devem ser depositado 0,10 euros por cada vez que a palavra "crise" for pensada, dita ou escrita, e enviados a várias empresas e meios de comunicação, desafiando empresários e jornalistas.

Tudo começou com a elaboração de uma carta onde a agência explica os motivos pelos quais a crise a irrita. A ideia da iniciativa surgiu "da irritação generalizada na be_sixty2 em relação àqueles que passam o dia a falar na crise e, muitas vezes, sem razão para isso" explica ao Briefing Manuel Gravata, unit director da be_sixty2. "Acreditamos que temos de parar de falar na crise e de usá-la como desculpa para tudo, e que devemos, em vez disso, pôr mãos à obra e olhar para a frente. Alguns terão realmente de aprender a poupar, de aprender a optimizar os seus recursos, mas sem consumo a economia não vai voltar a crescer. É preciso investir", adianta.

Ao todo, foram já enviados 500 mealheiros, criados e produzidos de raiz pela B62. Mas a campanha parece ter ganho adeptos e, "a pedido de mais interessados, onde se incluem vários jornalistas", a agência está a produzir mais 500.

Esta é uma forma de a B62 incentivar os portugueses a lutar contra a crise mas Manuel Gravata adianta, ainda, achar que esta é também uma crise de assunto: "À falta de desgraça maior, fala-se na crise e desperdiça-se muito tempo com isso. Se pararmos de falar tanto nela, focamo-nos mais em resolvê-la", revela ao Briefing.

Também na b_sixty2 esta política está implementada; há vários mealheiros espalhados pela equipa. Por isso mesmo, e por responder às perguntas do Briefing, o unit director desabafa: "E só à conta desta acção já tivemos de depositar 40 cêntimos. Depois desta entrevista ficámos já com dinheiro para um café no final do mês".





www.briefing.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário