quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Microsoft X Google, foi lançada uma nova ofensiva, contra a Política do Google.




A Microsoft lançou hoje na imprensa internacional uma ofensiva contra a nova política de privacidade da Google, com anúncios em que afirma que coloca as pessoas primeiro, deixando subtender que a Google não o faz. 


Os anúncios são publicados no Wall Street Journal, New York Times e USA Today, mas a campanha começou no blogue oficial da empresa fundada por Bill Gates. "Gone Google? Have concerns? We have alternatives" – é assim que começa o post assinado por Frank X. Shaw, vice-presidente da Microsoft para as Comunicações Corporativas.


Nas últimas semanas – escreve Shaw – houve uma grande discussão acerca de "algumas mudanças impopulares" da Google nos seus produtos mais utilizados. "Verificámos que há preocupações sobre a falta de escolha. Ficou claro que as pessoas estão honestamente a lutar com as escolhas que fizeram e à procura de alternativas", recorda.


Na opinião do responsável da Microsoft, as alterações anunciadas pela Google "tornaram mais difícil manter o controlo sobre a informação". "Nós temos uma abordagem diferente – trabalhamos para manter as pessoas seguras online, para lhes dar controlo sobre os seus próprios dados e oferecer a possibilidade de guardar a informação no disco rígido, na nuvem ou em ambos", sublinha.


O vice-presidente da Microsoft deixa, de seguida, um repto aos utilizadores dos serviços Google: "Se as notícias sobre a Google o deixam frustrado ou preocupado, ou ambos, temos alternativas vencedoras de prémios". E enuncia os produtos Microsoft, do Hotmail ao Bing, passando pelo Office 365 e pelo Internet Explorer.


"Se ainda não experimentou estes produtos e serviços, dê-lhes uma olhadela. Se já os experimentou e seguiu em frente, volte. Deixámos a luz acesa para si", conclui Shaw, encerrando a mensagem com um smile.


A nova política de privacidade da Google tem sido contestada, sobretudo por permitir a partilha de informação pessoal de uma forma transversal a todos os serviços da empresa: isto é, já não se é apenas assinante do Gmail, mas de todo o universo Google.


Fonte: Microsoft

Nenhum comentário:

Postar um comentário