segunda-feira, 19 de março de 2012

Campanha presidencial suspensa após tiroteio de Toulouse.






A campanha para as eleições presidenciais francesas foram suspensas esta segunda-feira, depois do tiroteio ocorrido junto a uma escola judaica de Toulouse.


Na sequência dos disparos, alegadamente efetuados por um homem que se colocou em fuga numa mota, um adulto e três crianças, entre os três e os dez anos, morreram.


Depois de anunciada a trágica notícia, a campanha foi suspensa. Os dois principais candidatos na corrida ao Eliseu marcaram presença no local onde ocorreu o tiroteio.


Tanto o presidente francês, Nicolas Sarkozy, como o socialista François Hollande lamentaram a ocorrência. O sentimento foi partilhado pela candidata do principal partido de extrema-direita, Marine Le Pen, que o considerou um «tiroteio criminoso».


Note-se que França tem mais de 500 judeus, a maior comunidade da Europa ocidental.


Abola.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário