terça-feira, 17 de abril de 2012

Após 100 anos, Electrolux busca manter inovação do aspirador de pó


Companhia comemora o centenário do primeiro modelo e vive o desafio de transformar a categoria para adaptá-la às necessidades e expectativas dos consumidores.


A Electrolux comemora o centenário do primeiro aspirador de pó lançado pela empresa e, 100 anos depois, mostra que é possível manter o caráter inovador. Criado em 1912 por Axel Wenner-Gren, o Lux 1 nasceu antes mesmo da companhia, que seria fundada apenas em 1919, em Estocolmo, na Suécia. De lá para cá, a Electrolux tem investido fortemente na categoria e apostado no design, além da tecnologia, para incentivar os consumidores a adotarem o produto.

O grande marco da invenção do Lux 1 foi a popularização do aparelho em todo o mundo. O produto era mais acessível para uso doméstico, graças ao seu peso e tamanho, e acabou por contribuir para a transformação do mercado na época. “A evolução dos aspiradores é notável quando comparamos os modelos de hoje em dia com os de antigamente. O Lux 1, mesmo pesando 14 quilos e custando cerca de R$ 3 mil, era algo revolucionário para a época”, conta Maryline Renault, Gerente de Marketing da divisão de eletroportáteis da Electrolux Brasil, em entrevista ao Mundo do Marketing.
Para convencer os consumidores sobre as vantagens do aspirador de pó, Wenner-Gren inovou mais uma vez e introduziu um modelo de vendas até então pouco conhecido, o porta a porta. “A estratégia de vendas permitia que o representante demonstrasse os benefícios de um novo produto em tempo real, estabelecendo contato ao mesmo tempo com a pessoa responsável pelas decisões de compras e obtendo um conhecimento valioso sobre como os consumidores efetivamente usavam os produtos”, diz Maryline.

Observar e se adaptar a mudanças
Olhar de perto o comportamento do consumidor e compreender sua relação com o produto foi fundamental para que a Electrolux mantivesse a sustentabilidade dos negócios. Até hoje, a iniciativa é um pilar importante no desenvolvimento do portfólio e na criação de tendências no mercado, por meio de redes sociais ou nos pontos de venda, onde é possível manter o relacionamento com os clientes e demonstrar os benefícios dos produtos.

O diálogo frequente e o investimento em inovação também são importantes ferramentas para que a Electrolux vença o desafio de aumentar a presença do aspirador de pó nos lares do Brasil, onde é líder de mercado. Para despertar o desejo de consumo, a aposta são atributos que proporcionam saúde e praticidade, como os filtros HEPA, que eliminam ácaros e purificam o ambiente, a baixa emissão de ruído e o controle remoto.

As características agregadas aos aspiradores de pó ao longo do tempo mostram a preocupação da companhia em perpetuar o negócio, atendendo necessidades que se modificam com o tempo. “O segredo é alinhar o produto às tendências e expectativas. O consumidor de 100 anos atrás é muito diferente do de hoje. A sociedade muda, as necessidades e as experiências das pessoas também mudam e isso faz com que os produtos tenham que reagir e se adaptar”, ressalta Luiz Serafim, Head de Marketing Corporativo da 3M do Brasil e autor do livro “O Poder da Inovação”, lançado pela Editora Saraiva, em entrevista ao portal.

Evolução do portfólio
Em 100 anos, o portfólio evoluiu e mais de 350 milhões de peças foram vendidas globalmente. Em 1921, nove anos após o lançamento do Lux 1, foi introduzido o próximo modelo de aspirador de pó, o V, em formato de trenó, o que facilitava a mobilidade do aparelho. Outro marco, este nos anos 1960, foi o lançamento do Luxomatic. O aspirador tinha como principal atributo a modernidade, baseada em elementos como dispositivo para enrolar o fio, rodas, saco para pó feito de papel auto-selante e indicador de volume de pó.

Destaques como a linha Ergorapido mostram o alinhamento da Electrolux ao mercado. Em 2011, segundo dados da GfK, o mercado de aspiradores de limpeza rápida cresceu 150% no Brasil. Atualmente, a empresa tem como principais focos o pensamento “verde”, a economia de energia e o desenvolvimento ambientalmente responsável, com modelos como o UltraSilencer Green e o Flex Green, constituídos de plástico reciclado, ou a linha conceito “Vac from the Sea”, com aspiradores feitos de resíduos retirados dos oceanos.
“O segredo está em sempre saber quais são as necessidades dos consumidores. Hoje em dia, as pessoas querem produtos mais silenciosos e eficientes, por exemplo, e é ainda mais positivo se forem produtos ambientalmente responsáveis”, acredita a executiva de Marketing da Electrolux.

Para manter a inovação, os itens devem refletir as mudanças da sociedade e se adaptar à expectativa, sem deixar de surpreender. “Hoje os eletrodomésticos podem se transformar absolutamente, não só em valor agregado e tecnologia, como em design. As empresas fabricantes que conseguem captar as necessidades futuras, às vezes não articuladas pelo consumidor, e identificar as oportunidades para melhorar as experiências saem na frente”, diz Serafim, da 3M.

Fonte: http://mundodomarketing.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário