segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Publicidade avança na internet


A internet e as redes sociais conquistarão cada vez mais as verbas publicitárias, junto com a televisão, os jornais e as revistas que também apostam na interatividade para ganhar a atenção do público, segundo os participantes do Festival do Clube de Criação de São Paulo, evento ocorrido semana passada, na capital paulista.

Para o presidente do Clube de Criação e diretor da agência F/Nazca, Eduardo Lima, o investimento nas redes sociais é um caminho sem volta para estreitar o contato com o público. A Nike é o exemplo de uma grande empresa que investe muito pouco em TV no Brasil. “As grandes campanhas da companhia no país são feitas por meio da internet”, afirma.

Saber a quem se fala é ainda mais importante do que números de audiência, segundo o documentarista e fundador da revista Piauí, João Moreira Salles. “Uma planilha técnica não qualifica a nossa revista em custo por milhar [pagamento pelo número de visualizações do anúncio], por exemplo. Mas ela é uma escolha inteligente para o anunciante que busca atingir um público mais informado e em posições de comando”, defende Salles.






Nenhum comentário:

Postar um comentário