segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

10 mulheres que vão dar que falar na publicidade em 2013



Jocelyn Goldfein, diretora de engenharia do Facebook, é uma das mulheres que, pelo seu trabalho e atitude, vai dar que falar na área da publicidade em 2013.

Segundo seleção da publicação especialista em comunicação, publicidade e marketing, Advertising Age (AdAge), a responsável desta rede social ganhará destaque no ano que agora começou, sobretudo, por causa da publicidade a produtos e do modo como irá gerir esta matéria junto de marcas e utilizadores.
2 - Jackie Jantos, diretora criativa global da Coca-Cola, lançou Open Happiness (Abre a Felicidade) e agora lidera a Coca-Cola Música e outros programas. "Excecionalidade inteligente e criativa na compreensão dos desafios", segundo a AdAge, de Jackie Jantos espera-se que leve a marca para para espaços sociais e interativos, "mantendo o olho no vending".
3 - Tammy Gordon, diretora da comunicação social e estratégica da AARP, associação sem fins lucrativos que ajuda pessoas com mais de 50 anos a serem independentes pessoal e economicamente. Esta mulher tem feito, segundo a AdAge, um trabalho "notável" no espaço social de uma marca com problemas reais de imagem. O ano de 2013 poderá ser aquele em que as pessoas deixem de apagar o convite "join us" assim que o recebem na caixa do correio eletrónico.
4 - Anne Bologna, diretora-geral da MDC Partners, consultora norte-americana. Sobre esta profissional recai a expetativa fazer crescer um já vasto e variado portefólio de clientes nos EUA, Europa e outros mercados.
5 - Kat Gordon, fundadora e diretora criativa da Maternal Instinct. Esta mulher identificou, na conferência 3Percent 2012, um problema há muito falado na indústria da comunicação: a falta de mulheres nos departamentos criativos, totalizando apenas 3% em todas as agências de publicidade nos EUA. Seguir-lhe os passos.
6 - Farrah Bostic, fundadora da The Difference Engine. "Uma das mais impressionantes pensadoras" do meio, Farrah Bostic é sinónimo de "talento híbrido", que implica valências no planeamento e nas áreas do móvel, blogues, sendo também, uma "brilhante speaker que construiu o seu site próprio", segundo a AdAge.
7 - Heidi Hackemer, co-fundadora e responsável estratégica pela Six Items Or Less. Deu nas vistas quando saiu da Universidade de Wisconsin-Madison em 2001. Interessa agora saber como irá guiar o seu American Dream project em 2013.
8 - Frances Allen, diretora de marketing da cadeia de restaurantes Denny's. É responsável por seis trimestres de vendas positivas, desde a primeira vez desde 2004, e duplicou o valor das ações da companhia desde que entrou nela em 2010. É uma mulher a ter na mira depois de ter lançado o lema "America's Diner Is Always Open," Baconalia e o Hobbit Menu.
9 - Susan Credle, diretora criativa da Leo Burnett, agência que tem a sorte de ter uma das estrelas nos 3% de mulheres criativas nas agências. Com vários trabalhos aclamados, a AdAge destaca "The Day Before" para a FEMA e o AdCouncil. Mas mais se seguirão em 2013.
10 - Oonie Chase, diretora criativa da Full & Bye, é nas suas próprias palavras "uma designer experiente que nunca utilizou a expressão 'e se?' no seu discurso." Uma mulher a seguir por causa da inovação que irá trazer ao mundo do design, sobretudo durante a conferência LeanUXNYC, em abril.

 Dinheiro Vivo Portugal

Nenhum comentário:

Postar um comentário