quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Thomas Cook dá conselhos para marketing digital



A Thomas Cook divulgou dez conselho para se inovar no mundo digital, ressalvando que a atual atmosfera dinâmica exige um aposta no marketing digital e multicanal, pois trata-se de um meio transparente e que dá aos consumidores mais poder.
De acordo com o Hosteltur.com, que refere o director de Inovação e Projectos de Marketing do gigante do Turismo, Hans Smellinckx, a Thomas Cook acredita, ainda, que em tempos de crise como os que se vivem, existe a oportunidade de as empresas se diferenciarem reinventando o negócio e apostando no futuro.
Neste sentido, o responsável, segundo o jornal espanholo, deixou dez conselhos para vingar no mundo digital:
1. Voltar ao básico: ou seja, apesar de todos os avanços tecnológicos, continua a ser fulcral pensar na experiência básica personalizada do consumidor, pelo que é necessário começar pelo básico.
2. Entender a tecnologia: os profissionais, mais do que ter atenção à equipa de tecnologias da empresa, devem entender o seu trabalho e a própria tecnologia, para que possam achar a solução perfeita para o cliente. Isto porque, segundo a Thomas Cook, o sucesso no futuro vai depender em muito da rapidez com que a infra-estrutura consegue adaptar-se às constantes transformações do mercado.
3. Eleger der forma sábia os canais e meios em que trabalhar: Há cada vez mais canais digitais e mais que os tradicionais, pelo que as empresas precisam de pessoas que conheçam o meio e entendem o mesmo.
4. Testar e falhar rapidamente: não é necessário estar presente em todos os canais, mas convém testar o maior número de possibilidades e, se falhar, fazê-lo rapidamente.
5. Pôr o cliente em primeiro lugar: A única maneira de uma marca se destacar é colocando o cliente em primeiro lugar.
6. Preço justo: nunca esquecer o facto preço. Quanto mais elevado for, mais singular tem que ser o produto e serviço.
7. Não ignorar os ‘jogadores’ internacionais: grande parte dos sites são aborrecidos, há que apostar no multicanal e valorizar o papel do agente de viagens neste processo de vendas.
8. Tornar o processo divertido: é necessária ma nova filosofia e tecnologia, que se adapte ao novo consumidor, que quer soluções móveis bem adaptadas.
9. Aplicar a lógica: dedicar o tempo e esforços aos canais online na mesma percentagem que o volume de vendas oriundo do mundo digital.
10. Ignorar o desenvolvimento publicitário: para o director de Inovação da Thomas Cook, os media social estão sobrevalorizados. Segundo o responsável, o importante é a empresa social e o que cada elo da cadeia é capaz de fazer pelo cliente, sendo que o serviço ao consumidor deverá fazer parte do DNA da empresa.
Fonte:http://www.publituris.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário