segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Campanha do Gol ganha o mundo



Anúncio circulou no Diário do Nordeste e gerou citações em sites e jornais de diferentes países e continentes

A agência G. Marketing criou campanha de oportunidade para promover o carro Gol, a pedido da Ceará Motor, concessionária Volkswagen em Fortaleza, inspirada na polêmica opção do atacante Diego Costa em jogar pela Espanha e não pela Seleção Brasileira. Na publicidade, a agência alfineta o jogador: "diferente de Diego Costa, esse carro enche os brasileiros de orgulho". A peça publicitária também conta com a hashtag #ChupaDiegoCosta nas redes sociais.

Campanha ultrapassou fronteiras, projetando o nome da Ceará Motor ao mesmo tempo em que fez um dos assuntos mais badalados do Twitter no Brasil

O publicitário Carlos Gama, diretor da agência, comemora o sucesso da ação. O anúncio circulou no jornal Diário do Nordeste e foi motivo de citações em vários sites e jornais de diferentes países e continentes. "Essa repercussão só veio comprovar, mais uma vez, a força do jornal impresso, um meio tradicional, que contribuiu de forma direta para o resultado positivo da campanha", afirma.

Campanha
Ao falar sobre a concepção da ideia, Gama enfatizou que na G. Marketing existe como cultura a discussão e análise dos fenômenos sociais e o comportamento do consumidor. A campanha "Chupa" para a Ceará Motor, enfatiza o publicitário, já é classificada como a ação de comunicação de maior repercussão na história da comunicação do Ceará.

O retorno para a marca ao utilizar uma repercussão negativa (recusa do jogador) foi positivo, garante Gama. Várias pesquisas de mercado indicam que a lembrança de marca da concessionária é fator determinante na compra de um carro. "Dessa forma, o nosso objetivo foi devidamente alcançado, uma vez que a campanha ultrapassou fronteiras, projetando o nome da Ceará Motor ao mesmo tempo em que fez um dos assuntos mais badalados do Twitter no Brasil", comenta o publicitário.

Dualidade
Segundo Gama, a grande maioria concorda que se fossem o Diego Costa tomariam a mesma decisão. No entanto, a dualidade gerou uma inquietação. "Ao mesmo tempo em que concordamos, não admitimos que alguém, com a oportunidade de realizar o sonho de toda criança brasileira, tenha coragem de negar essa possibilidade, considerando ainda a chance de fazer história em um possível título mundial com a camisa amarelinha no Maracanã".

A repercussão foi acima das expectativas da agência e do anunciante. Ainda no dia da publicação do primeiro anúncio pelo Diário do Nordeste, o principal jornal esportivo da Espanha, o Marca, reproduziu o anúncio. A agência Reuters publicou a informação que rapidamente se espalhou por jornais do mundo todo. "O anúncio foi reproduzido em sites e jornais de 32 países. Essa disseminação pelo mundo fez com que a rashtag sugerida pelo anúncio alcançasse em poucos dias status de trend topics no Twitter brasileiro com utilização em português mesmo quando os comentários são utilizados em outra língua". 


Fonte: http://diariodonordeste.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário