sexta-feira, 25 de julho de 2014

Comunicação interna: Uma poderosa ferramenta de marketing


Ver o profissional que trabalha em sua empresa como um cliente interno é um excelente passo para obter melhores resultados no mercado. Pessoas engajadas, bem treinadas, motivadas e compromissadas para o sucesso do negócio podem mover os resultados para cima de maneira extraordinária. Cada vez mais as empresas estão enxergando que atrair e reter talentos é uma grande oportunidade de melhoria contínua, aprimoramento de processos e aprofundamento de questões estratégicas. Como é impossível para um gestor de marketing assumir e controlar todos os pontos de contato com o cliente, torna-se crucial o envolvimento organizacional para que os funcionários sejam capazes, não apenas de vender um produto ou serviço, mas de atender a expectativa do cliente ou solucionar um problema.
Uma gestão voltada à participação e autonomia dos funcionários pode gerar bons resultados, desde que as metas sejam claramente difundidas. Para isso, algumas ferramentas de marketing podem ser aplicadas com sucesso, e isso deve ser feito em parceria com a área de gestão de pessoas. Em minha vivência ao longo desses dez anos na área de marketing, pude experimentar algumas dessas ferramentas, as quais compartilho aqui com você:
Pesquisas de opinião: essa ferramenta ajuda a avaliar questões como clima organizacional, liderança, eventos, entre outros. É ótima para obter um feedback estruturado, através de respostas qualitativas ou quantitativas; 
Comunicação: internet, jornais internos e murais são alguns exemplos. Dos meios de comunicação, os que melhor observei resultados foram os e-mails marketing informativos encaminhados semanalmente ou a cada acontecimento importante. O interessante é criar uma identidade visual para esses comunicativos, com um nome específico e uma logomarca para eles. É importante que marketing e gestão de pessoas alinhem-se nessa discussão visando atingir de maneira correta o público interno. Nesses e-mails é interessante circular as informações de maior relevância, fatos como admissões ou demissões, aniversariantes do mês e de tempo de empresa. Para que a comunicação também chegue em alguns stakeholders mais próximos do seu negócio, é indicado também criar um informativo digital que permita um volume maior de informação e entram fatos ocorridos, programações de eventos e várias novidades sobre a empresa, produtos e comunidade.
Numa das empresas que trabalhei, tínhamos um jornal digital mensal, com diversos artigos de gestores, espaço para “fofoquinhas”, histórias de profissionais de destaque, entre outros. Era um conteúdo bem esperado por todos e assim que ia ao ar, toda a empresa se voltava para a leitura. Era incrível a adesão a essa ferramenta. Nesta mesma organização, a comunicação interna era bastante diversificada, pois deveria contemplar toda a indústria e seu público era muito distinto em cada local. Dessa maneira, tínhamos diversas linguagens e meios diferentes para nos comunicarmos. Por exemplo, para o setor administrativo, utilizávamos o jornal digital, já para a fábrica utilizámos murais impressos e rádio, para outras unidades o informativo impresso e murais. Vale reforçar justamente essa análise ao preparar a comunicação interna: quem será o leitor das notícias? Qual a linguagem adequada para essas pessoas? Qual a forma mais efetiva para que cada público se interesse pelo conteúdo? Lembro que o mural da fábrica, por exemplo, era muito grande, com diversas fotos, divisão de assuntos por colunas e muito envolvimento com o próprio pessoal na sugestão das pautas.

Promoções: eventos, premiações, homenagens e serviços especiais são outras maneiras de manter um diálogo vivo com os profissionais. Aqui também não faltam exemplos. Eventos diversos como aniversariantes do mês, realização de trilhas, passeios de bicicleta e piqueniques, eventos de Natal, presentes em datas especiais como dia das mães e dia dos pais, almoço de áreas, comemorações no caso de atingimento de metas. Outras ações que envolvam a área comercial, tais como convenções de vendas ou premiações de vendas diversas. Eventos anuais também podem marcar o fechamento do ano, com a discussão dos resultados e o lançamento de novas metas.

Observe que nos exemplos acima, a comunicação adotada pode ser feita de maneira formal e informal. O importante é que todo esse movimento interno deve ter como foco o engajamento, o envolvimento das pessoas no sucesso do negócio e claro, que os resultados sejam atingidos. É importante ter um planejamento dessas atividades e uma rica discussão sobre o propósito de cada ação. O que não pode acontecer é, ao longo do ano, uma sensação de tempo perdido ou desvio do foco em resultados. Os gestores e funcionários precisam sentir-se leves na realização desses momentos tão importantes de descontração e interação. Ações desse tipo ajudam a sedimentar a confiança mútua entre a empresa e o funcionário, bem como, entre os próprios funcionários. Ajudam a quebrar a barreira departamental, fazendo com que as pessoas troquem mais ideias e opiniões. 
Em resumo, a estratégia de comunicação deve responder às seguintes questões:
. Qual o objetivo desta comunicação?
. Para quem se destina?
. Qual a linguagem mais adequada?
. Que meios utilizar?
. Quando comunicar?
. Como obter o feedback a esta comunicação?

E, a comunicação interna deve ter por objetivo:
. Despertar a consciência sobre algum tema específico;
. Chamar a atenção do leitor;
. Suscitar o interesse;
. Proporcionar conhecimento;
. Garantir identificação, empatia;
. Estabelecer interação;
. Gerar disseminação.
Atraia, motive, desenvolva e retenha profissionais com qualidades técnicas, qualidades de relacionamento e qualidades intelectuais. Mas jamais esqueça de fazer isso pelo lado emocional, envolvendo as pessoas no conjunto de valores organizacionais, na sua missão e na visão do seu negócio. Só assim será possível manter profissionais felizes, motivados e comprometidos com o sucesso organizacional e com o foco no cliente. E claro, isso deve ser feito através de ferramentas de marketing, em especial, através de comunicação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário