terça-feira, 3 de março de 2015

Google lançará operadora de telefonia móvel


Sundar Pichai, vice-presidente do Google, confirmou nesta segunda-feira (02) na feira Mobile World Congress que a empresa se tornará uma operadora celular nos próximos meses, em um experimento limitado nos EUA. Eles também pretendem usar os drones da Titan Aerospace – que o Google comprou no ano passado – para oferecer internet em áreas mais remotas.
Rumores diziam que o Google estaria fechando acordos com as operadoras americanas Sprint e T-Mobile. Pichai não mencionou parcerias, mas deu alguns detalhes de como a empresa será uma MVNO, ou operadora móvel virtual. Do TechCrunch:
O núcleo do Android e de tudo o que fazemos é tomar uma abordagem ecossistêmica e [a rede celular teria] os mesmos atributos… Queremos fazer experimentos dessa forma. Não temos a intenção de ser uma operadora em grande escala. Na verdade, estamos trabalhando com operadoras parceiras. Vamos anunciar algo mais concreto nos próximos meses.
Pichai ainda diz que o Google está “pensando em como o Wi-Fi e redes de celular podem trabalhar juntos, e como torná-los mais integrados”.
O executivo também mencionou que o Projeto Titan “dará seus primeiros grandes passos nos próximos meses”. Pichai diz que os drones serão “torres de celular no céu”.
A Titan Aerospace faz drones de altitude elevada que funcionam por energia solar; ela foi adquirida em abril de 2014. A ideia é que os drones complementem o Projeto Loon, que distribui internet em áreas remotas e países subdesenvolvidos – ele foi testado no Brasil, inclusive.
Como explica o Engadget, os projetos Loon e Titan funcionarão em conjunto graças a algoritmos bem espertos. Os balões transmitirão internet para grandes áreas, enquanto os drones podem levar conectividade a áreas específicas que realmente precisem dela, como zonas de desastre.
Esperamos por mais novidades na conferência Google I/O, que acontece em maio. [TechCrunch eEngadget]

Nenhum comentário:

Postar um comentário