quinta-feira, 9 de julho de 2015

O marketing de hoje com profissionais de ontem


Estamos em 2015, nosso cenário macroeconômico não é dos melhores e vemos a cada dia as verbas de marketing sendo cortadas, e muitos profissionais de marketing perdendo seus empregos. Ainda vivemos a cultura de, se precisamos reduzir custos, vamos cortar do marketing.
Com a crise e o dinheiro reduzido, o Marketing Digital ganha ainda mais força. Vemos empresas contratando, ou tentando contratar, profissionais em cargos de gestão para liderar suas estratégias digitais. Outras muitas empresas dando os seus primeiros passos em estratégias digitais e errando bastante, por simples falta de conhecimento.
Apesar desse cenário positivo ao Digital, nossos números ainda deixam bastante a desejar quando nos comparamos aos mercados mais “evoluídos”. Cerca de 15% do investimento em publicidade no Brasil são destinados ao Digital. No Reino Unido, o investimento em Digital já representa 49% e nos EUA, 28%, segundo o eMarketer.
Nosso e-commerce, apesar de crescer mais de 20% ao ano – índice bastante superior ao crescimento do varejo em nosso País -, ainda representa apenas 2% do varejo. No Reino Unido, são 13%, EUA 7% e China 6%.
Mas qual o problema do Brasil? Por que estratégias em Omni-Channel, Vitrines Inteligentes, Mobile Payment, Programmatic Media e várias outras inovações que são discutidas há anos nos EUA e Reino Unido ainda não possuem nem previsão para chegar ao Brasil? Mal colocamos em prática estratégias para multidispositivos, como smartphone, tablets etc. e o famoso pick-up store – quando a compra é feita online e o produto é retirado na loja física escolhida pelo usuário.
Na minha opinião, vivemos um grande abismo digital nas empresas. Faltam profissionais qualificados em todas as esferas da comunicação. Estamos fazendo o marketing de hoje com profissionais de ontem, que não conseguiram acompanhar a evolução do mercado.
Mas, afinal, qual é este profissional de hoje? Separei algumas características que devem fazer parte do dia a dia do Marketing Moderno e que certamente mudarão o rumo das empresas e a forma pela qual os executivos olham os seus departamentos de marketing hoje.
  1. Foco em resultados – O Marketing não deve ser um “gastador de dinheiro”, mas sim um gerador de receita. Sobram tecnologias e dados para fazer um bom planejamento, executar, mensurar e otimizar a verba de marketing em busca de resultados.
  2. Amigo dos números – Uma cultura de métricas muda completamente o futuro de uma empresa, e o profissional de Marketing deve ser o responsável por criar essa cultura.
  3. Conhecimento em tecnologia – Não, você não será um programador. Mas é imprescindível que você conheça e entenda as diferentes linguagens de programação disponíveis, diferentes plataformas, sistemas etc. Hoje o profissional de Marketing que se preocupa apenas com o layout do seu site está olhando para 1% do que ele deveria olhar. Ele precisa se preocupar em flexibilidade, agilidade, multi dispositivos, SEO, Arquitetura de Navegação, UX, Convergência etc.
  4. Convergência – O profissional que conseguir ter uma visão estratégica de todos os meios e trabalhar suas campanhas e objetivos de Marketing de forma integrada, sem dúvidas conseguirá um resultado infinitamente maior do que as empresas ou os profissionais que tratam cada frente como um job a parte.
  5. Foco no cliente – Quanto vale um cliente? Hoje, a grande maioria das estratégias de Marketing são focadas em novos clientes. Mas e o cliente que já existe? Por que não fazemos nada com ele?
Trabalhar estratégias de CRM, se relacionar com seu cliente e trabalhar o ROI de suas campanhas de Marketing considerando o valor real de um cliente e todas as suas recompras (não apenas a compra pontual gerada pela mídia) estarão entre os grandes diferencias do profissional de Marketing Moderno, pois isso mudará e muito o planejamento de mídia de uma empresa. Menos GRP e mais TRP. A comunicação será dirigida, integrada e customizada para cada público!
Será que tudo isso é algo tão complicado? De bate pronto, não! Mas a empresa precisa ter a cultura digital e estar aberta para mudanças. E algumas das mudanças precisam de investimentos, principalmente em Tecnologia e Sistema, permitindo coletar e cruzar dados dos clientes e flexibilizar mudanças que estejam coerentes com o mundo digital e com o consumidor moderno. Quem sair na frente levará grande vantagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário