quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Os erros e acertos das empresas ao adotar o Marketing Mobile




Toda ação começa com um plano, e o primeiro erro que um executivo pode cometer é não ter um plano mobile. Cada empresa precisa de uma estratégia que faça sentido para o seu negócio, e com marketing não é diferente, é preciso entender quais ferramentas são ideais e qual design e linguagem são adequados ao seu consumidor, além de garantir suporte e uma boa experiência ao cliente durante toda a campanha. Mas ter um plano é só o começo.
Ainda vemos muitas campanhas pecarem ao se tornarem "spam", atirando às cegas sem direcionar ou personalizar a mensagem para o público que realmente tem interesse em determinado produto ou serviço. Outro erro comum é tornar os processos complicados. Formulários gigantes para finalizar compras e anúncios que vão para sites não responsivos frustram o consumidor, reduzindo a efetividade da campanha. E se o consumidor revê o anúncio após finalizar a compra, então seu investimento está sendo ineficiente.
Mais um erro recorrente é desenvolver ações independentes, como se o mobile fosse um mundo à parte, apesar da personalização crescente. Ainda que os canais tenham características próprias, todos devem permitir uma continuidade da jornada do cliente entre dispositivos. O consumidor pode iniciar ou terminar sua jornada no mobile, ou apenas usá-lo de suporte durante o processo de pesquisa e escolha. Ao isolar o aplicativo ou a campanha, você perde oportunidades de negócio.
Finalmente, o conteúdo padrão para todos os canais é um problema. As informações precisam ser adaptadas à forma e perfil de cada mídia, criando ofertas e ações diferenciadas. Como acertar no Marketing Mobile, então? A divulgação cross channel é um bom passo – promover sua campanha em diferentes mídias permite que o consumidor o acompanhe ao longo de sua jornada de compras. O retargeting é uma das formas de fazer isso por meio de anúncios, e a empresa também pode promover seu aplicativo nas redes sociais e lojas físicas.
A personalização é indispensável, ainda mais no mundo digital em que as campanhas competem pela atenção com aplicativos, redes sociais, mensagens e outras distrações. Depois de atrair seu consumidor é preciso oferecer praticidade, e no mobile o consumidor tem menos paciência e precisa de uma interface simples de utilizar. Campanhas que têm leitura fácil e rápida, com mecanismos para permitir uma compra ou adesão fácil, permitem uma taxa mais alta de conversão.
Dois outros acertos são fazer campanhas únicas e apostar no design. Engajar consumidores nos dispositivos móveis pode trazer grandes resultados quando se cria algo específico para esse meio, como utilizar geolocalização para divulgação de ofertas em lojas ou promoções especiais para usuários de determinado aplicativo. Tudo isso se torna mais eficiente com o design certo, que precisa ser limpo para que mesmo de relance o usuário visualize e capte o que a marca deseja comunicar. Uma mensagem objetiva e direta pode trazer mais resultados. Com o tempo de atenção do usuário cada vez menor, é preciso conquistar o cliente à primeira vista.

Fonte: http://www.adnews.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário