sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Coca-Cola tem propaganda que retrata povos indígenas removida após críticas



A Coca-Cola foi criticada por uma campanha sua desenvolvida e veiculada no México. Na campanha, jovens de pele clara constroem uma árvore de Natal de Coca-Cola e compartilham a bebida com uma comunidade indígena no estado de Oaxaca. Segundo o jornal britânico “The Guardian”, grupos de direitos dos consumidores e de saúde pedem que a publicidade seja banida. Coincidência ou não, a propaganda não está mais presente na conta do Youtube da Coca-Cola. 

Segundo o "The Guardian", a Alliance for Food Health (Aliança pela Saúde Alimentícia), está apelando para o Conselho Nacional para Prevenir a Discriminação, para que a peça seja proibida o quanto antes. A aliança afirma que o comercial é um ataque à dignidade dos povos indígenas e que contribui para deteriorar sua saúde. O México hoje apresenta elevadas taxas de obesidade e diabetes, em especial entre os povos indígenas.

O vídeo foi postado pela Coca-Cola no Youtube e foi removido da plataforma. O iG não encontrou o vídeo na página oficial da empresa no site. No entanto, a propaganda ainda pode ser encontrada em outras postagens. A campanha se valeu da hashtag #AbreTuCorazon.  

Internautas também utilizaram as redes sociais para criticar a campanha. “Quando uma companhia grande como a Coca-Cola diz #AbreTuCorazon dando coca cola para povos indígenas, o que eles estão fazendo na verdade é usá-los”, escreveu uma usuária do Twitter. “Comercial da Coca-Cola no México: implicação colonial, racista contra povos indígenas”, disse outra.
Procurada pelo iG, a Coca-Cola não respondeu imediatamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário